Mercado para a Agricultura Familiar é discutido durante o 18º Seminário do Senge

As oportunidades de mercado para a agricultura familiar foram tema do terceiro painel do Seminário Agricultura e Desenvolvimento – Segurança Alimentar, realizado nesta quinta-feira (7).

Os programas de crédito e fomento do governo federal foram apresentados pelo primeiro painelista, Francisco Fujita, membro do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e diretor do Departamento de Fomento à Produção e à Estruturação Produtiva da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social.

Fuijita exaltou o trabalho desenvolvido pela EMATER-RS como um dos maiores exemplos de oferta de assistência técnica de qualidade ao produtor rural, destacando o programa de fomento para inclusão produtiva rural desenvolvido pelo Ministério em parceria com a entidade. Por meio deste programa, foram atendidas 1400 famílias do meio rural, o que permitiu ampliar o atendimento do governo federal em regiões mais vulneráveis no Rio Grande do Sul.

Na sequência, o deputado estadual Elton Weber apresentou dados do setor e da produção de alimentos no Rio Grande do Sul, destacando a importância do segmento da agricultura familiar. “A agricultura familiar tem papel fundamental na produção de alimentos e tem mostrado em todas as regiões onde atua que é grande parceira do meio ambiente. Também vem contribuindo com a diversificação da produção, e alguns agricultores também estão entrando na área de produção de energia”, explicou Weber.

O deputado também abordou as oportunidades de comercialização dos produtos, fomentadas por programas de políticas públicas desenvolvidas nos anos 2000, construídas com a ajuda de entidades, como o SENGE e a EMATER, cooperativas e o meio rural. Também falou sobre a importância das feiras municipais, que aproximam o produtor e o consumidor, e vêm se mostrando como espaços importantes para a comercialização dos produtos da agricultura familiar.

Nesse sentido, Weber apresentou sua preocupação com as previsões de cortes substanciais no orçamento destinado à Agricultura em níveis estadual e federal, bem como nos programas de crédito e fomento. Também abordou a legislação referente a inspeção, que na sua opinião, precisa de revisão no sentido de simplificar e adequar algumas questões burocráticas, preservado o que o deputado considera como os três pilares fundamentais: boas práticas de produção, origem segura da matéria prima e sanidade.

Encerrando o terceiro painel, o produtor Charles Pereira Lima apresentou o case da  Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Itati, Terra de Areia e Três Forquilhas (Coomafitt).

A Cooperativa foi fundada em 2006 quando produtores de mel decidiram criar uma associação para montar uma casa do mel, dividir custos e ampliar mercado. Atualmente conta com 223 agricultores associados, produção de 61 variedades de frutas e hortaliças, e agora investe na articulação em rede para ampliar seu mercado por meio da criação da RedeCoop de abrangência estadual.


Veja o material disponibilizado pelos palestrantes: 

ASSISTA À PALESTRA DE ELTON WEBER

ASSISTA À PALESTRA DE FRANCISCO FUJITA DE CASTRO MELLO

ASSISTA À PALESTRA DE CHARLES PEREIRA LIMA

ENCERRAMENTO

DEBATES


Fonte: Mercado para a Agricultura Familiar é discutido durante o 18º Seminário do Senge, no site do Senge-RS, em 07/12/2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *